Custom Search

Rua Jangadeiros em Ipanema, Rio de Janeiro 

A Rua Jangadeiros começa na altura da Rua Barão da Torre com Antonio Parreiras e termina na Praça General Osório em Ipanema, Rio de Janeiro.

Tuite para os seus seguidores: A Rua Jangadeiros termina na praça General Osório em Ipanema!

Rua Jangadeiros em Ipanema, Rio de Janeiro

Inicialmente chamada de Rua 16 de Novembro foi rebatizada em 1942 com o nome de Rua Jangadeiros homenageando os 4 jangadeiros cearenses que, partindo de Fortaleza, realizam uma verdadeira epopeia viajando mais de 2700 quilômetros pelo mar até o Rio de Janeiro.

Bar Jangadeiros na Rua de mesmo nome, anos 1970 em Ipanema, Rio de Janeiro

A Rua Jangadeiros se tornaria parada obrigatória de toda uma geração de artistas inesquecíveis que na década de 1950 batiam ponto nas dependências do Bar Rhenânia que inaugurado na Visconde de Pirajá, após a declaração de Guerra ao Eixo pelo Brasil de Vargas depois mudaria de nome para Bar Jangadeiros e se transferiria para a Rua Teixeira de Melo, ali na esquina.

Eram nomes do porte de Rubem Braga, vizinho ali da área, Gláucio Gil, Millor Fernandes, Fernando Sabino, Vinicius de Moraes e Tônia Carrero, que também fazia o papel de musa do grupo!

Mas além desses gigantes das letras e dos palcos estavam sempre ali no Bar Jangadeiros a turma do Beco das Garrafas, a chamada Turma da Bossa nova de Ipanema como João Roberto Kelly, Roberto Menescal, Carlinhos Lyra, Tom Jobim, Joaquim Pedro de Andrade e Vinicius, gênio que jogava nas 11!

E foi na Rua Jangadeiros que o ator, diretor e autor teatral José Silveira Sampaio (1914 - 1964) onde fundou em 1948 o Teatro de Bolso, que estreou com uma peça de sua própria autoria entitulada "A vida imita a arte".

Ele ficava situado na Rua Jangadeiros 28, na altura da Praça General Osório, uma lojinha cujos camarins se localizavam no subsolo da loja.

Rua Jangadeiros na altura da Praça General Osório em Ipanema, Rio de Janeiro

José Silveira Sampaio

GeoLocalização:

Latitude, Longitude : (-22.9844043, -43.1968692)

CEP da Rua Jangadeiros em Ipanema, Rio de Janeiro:

  • Rua Jangadeiros - CEP: 22420-010

#Hashtag:

  • #jangadeiros
  • #ruajangadeiros

Rua Jangadeiros, Ipanema

Restaurantes na Rua Jangadeiros

Na região da Jangadeiros existem algum bares e restaurantes, selecionamos alguns abaixo! 

  • Terzetto - Rua Jangadeiros, 28 - 2247-6797

  • Fazendola - Rua Jangadeiros, 14 - 2247-9600

  • Banana Jack - Metrô Ipanema - Rua Visconde de Pirajá - 2521-9055

  • Brasileirinho - Rua Jangadeiros, 10 - 2523-4994

  • Big Nectar - Rua Jangadeiros, 15B - 2522-3949

  • Pe Quente - Loja E / F - Rua Jangadeiros, 42 - 2247-9213

  • Yiá! - Rua Visconde de Pirajá, 183 - 2513-4198

A Lista e Reserva dos Hotel, hostel e apartamentos por temporada na Rua Jangadeiros

Aqui estão alguns dos hotéis, hostel e apartamentos por temporada que selecionamos para você aqui na Rua Jangadeiros! Reserve em Ipanema pela localização ou consulte a Lista de Hotéis clicando aqui

Por que a Rua Jangadeiros em Ipanema tem esse nome?

A necessidade de buscar mais justiça social e melhores e mais dignas condições de trabalho levaram, no ano de 1941, um grupo de homens composto pelo pescador Manuel Olímpio Meira, o Jacaré e seus colegas jangadeiros Jerônimo André de Souza, o Mestre Jerônimo, Raimundo "Tatá" Correia Lima e Manuel "Preto" Pereira da Silva partiram de Fortaleza, no Ceará para o Rio de Janeiro, com a finaliade de chamar a atenção do Governo de Getúlio Vargas e reinvindicar melhores condições para os pescadores de sua região, inclusive buscando o reconhecimento da profissão e a conquista dos direitos trabalhistas, novidade introduzida por Vargas!

Os quatro jangadeiros: Jerônimo, Manuel Preto, João Pereira e Manuel Frade

E isso só foi possível graças a uma campanha idealizada pela a presidente da Associação de São Pedro, da igreja e que prestava auxílio aos pescadores e seus familiares, com a participação de Fernando Pinto, presidente do Jangada Clube, para arrecadar fundos para a viagem. Com o sucesso da arrecadação foi construída uma jangada e separado dinheiro para assistir as famílias dos pescadores durante a aventura.

Foram mais de dois meses navegando, sessenta e um dias para ser exato, em condições muitas vezes limites, enfrentando o mar aberto, os ventos, o frio e o sol intenso. Chegaram em Recife, depois aportaram em Salvador onde foram a Igreja do Bonfim agradecer e pedir força e proteção para continuar e conseguiram!

Masi de 2mil e setecentos kilometros depois, no dia 15 de novembro, a jangada São Pedro entra na Baía de Guanabara, seguida por uma procissão de dezenas de barcos! Um acontecimento incrível! Retiram a jangada do mar, seguidos por grande multidão curiosa em ver de perto os heróis jangadeiros, e colocaram a jangada sobre um caminhão que seguir pelas principais avenidas do centro até um palanque na Praça Mauá onde deram entrevista na Rádio Nacional! E coroando o sucesso da empreitada, os jangadeiros tiveram todos os seus pleitos atendidos por Vargas!

A jangada São Pedro zarpa do Ceará rumo ao Rio de Janeiro

O Presidente Getúlio Vargas cumprimenta o jangadeiro Jacaré

O famoso cineasta america Orson Welles, durante sua visita ao Brasil em 1942, toma conhecimento da estória desta saga dos jangadeiros e, imediatamente, decide que faria um filme sobre esta aventura. E fez! O resultado pode ser conferido clicando aqui.
Às nove horas em ponto, quando soprava um bom nordeste, empurramos a jangada pra dentro d’água. Ia começar a nossa aventura. O samburá estava cheio de coisas, a barrica cheia d’água e os nossos corações cheios de esperança.

Partimos debaixo de muitas palmas e consegui ver de longe os meus bichinhos acenando. Mais de vinte jangadas, trazidas por nossos irmãos de palhoça e de sofrimento, comboiaram a gente até a ponte do Mucuripe.

A igreja branquinha foi sumindo e ficou detrás do farol. Rezei pra dentro uma oração pedindo que a Padroeira tomasse conta dos nossos filhinhos, pois Deus velaria por nós.

E assim começou nossa viagem ao Rio de Janeiro...
— Jacaré

A Rua Jangadeiros em Ipanema é um dos redutos históricos da música e artes do Rio de Janeiro após a metade do século XX!

Pesquise e descubra mais!

Custom Search