Custom Search

Rua Conrado Niemeyer, Copacabana, Rio de Janeiro 

A Rua Conrado Niemeyer começa na Rua República do Peru e termina na Rua Marechal Mascarenhas de Morais.

Tuite para os seus amigos: A Rua Conrado Niemeyer fica entre a Republica do Peru e Mascarenhas de Moraes em Copacabana

Rua Conrado Niemeyeri

Foi aberta em terrenos de propriedade da família Niemeyer.

É uma rua exclusivamente residencial com pouco trânsito e poucos edifícios. É considerado um dos endereços nobres de Copacabana.

GeoLocalização:

Latitude, Longitude : (-22.9650356, -43.18305080)

CEP da Rua Conrado Niemeyer, Copacabana, Rio de Janeiro:

  • 22021-050 Rua Conrado Niemeyer

#Hashtag:

  • #ruaconradoniemeyer
  • #conrado

Rua Conrado Niemeyer, Copacabana

Restaurantes na Rua Conrado Niemeyer

Na verdade não existem restaurantes ali mas pertinho existe Peixe Vivo - Rua Tonelero, 76 - telefone 22559225, de frutos do mar, muito bom!

A Lista e Reserva dos Hotéis na região da Rua Conrado Niemeyer

Na região da Rua Conrado Niemeyer selecionamos para que você reserve seu hotel em Copacabana pela localização ao lado ou consulte a Lista de Hotéis clicando aqui

Quem foi o Conrado Niemeyer que dá nome à Rua em Copacabana?

Conrado Jacob de Niemeyer nasceu em 31 de maio de 1842, na Serra do TinguáMunicípio de Iguaçu, Província do Rio de Janeiro. Fez todos os estudos preparatórios para ser engenheiro, profissão de seu avô paterno, o coronel de engenheiros Conrado Jacob de Niemeyer, na antiga " Escola Central". Depois de dois anos, teve de abandonar os estudos para ajudar no sustento da família.

Foi trabalhar com o guarda livros da antiga "Casa Soares & Irmãos". O tino comercial lhe valeu logo a posição de sócio-proprietário. Ficou no ramo por 35 anos.

Em 1880 fundou o "Clube de Engenharia", onde ocupou o cargo de diretor-tesoureiro durante 40 anos. Dizia-se que ele era o coração do clube, enquanto o engenheiro Paulo de Frontin era o cérebro. Conrado Jacob de Niemeyer teve 11 filhos.

Adquiriu muitas terras na Praia da Gávea em 1893. Essas terras tinham sido dos monges beneditinos desde 1667, quando as haviam recebido por doação de Da. Vitória de Sá, neta de Salvador Corrêa de Sáterceiro Governador da Cidade do Rio de Janeiro e primo do fundador Estácio de Sá.

Em 1903, construiu, na então Praia da Gávea, a Igreja de São Conrado, que mais tarde deu nome ao bairro. Dificuldades de acesso ao local fizeram que as obras da Igrejas e arrastassem até 1916. Sentindo na pele essas dificuldades, surgiu daí a ideia da abertura da Avenida Niemeyer.

Conrado Jacob também foi diretor secretário do "Moinho Fluminense" e fez parte dos conselhos fiscais do " Banco do Brasil" e da "Companhia Ferro Carril do Jardim Botânico".

Ele morreu em 5 de novembro de 1919.

A rua Conrado Niemeyer é paralela a rua Tonelero entre a rua Marechal Mascarenhas de Moraes e República do Peru.

Pesquise e descubra mais!

Custom Search