Tiroteio em Copacabana

Notícia do Jornal O Dia, 28/8/2007:

Rio - Um rápido, mas intenso tiroteio assustou moradores de Copacabana, na Zona Sul, na manhã desta terça-feira. A Subprefeitura da Zona Sul e a Secretaria de Segurança fizeram uma operação no acesso ao Morro Pavão-Pavãozinho para apreender menores acusados de cometer roubos e furtos na região.

O local, no pé do Morro Pavão-Pavãozinho, na esquina das ruas Sá Ferreira e Raul Pompéia, era apelidado "de cracolândia", que funcionava como ponto de encontro de viciados em drogas e assaltantes que roubavam motoristas e pedestres.


Estava demorando. Os pontos de concentração de marginais para compra e venda de drogas é conhecido por qualquer cidadão. O que a gente não entende é por que estas ações policiais são tão extemporâneas. Fez-se uma esta noite, mais uma ou duas semanas e tudo vai estar montado de novo, a maior parte das vezes, no mesmo lugar.

Todo mundo sabe que a fonte maior da criminalidade é a miséria e a exclusão social. Sobre este fato não existe qualquer discussão. Mas, assim como acontece no corpo humano, quando uma vida saudável, boa alimentação e vacinas não resolvem, usam-se os antibióticos. Na vida social, este grande organismo, o trabalho policial é o antibiótico para deter o agaravamento da infecção criminal.

A partir daí, entram os assistentes sociais e educadores, permitindo a estes seres marginalizados uma reintegração social.

Mas, que não se confundam as coisas. O estado de coisas nas ruas do Rio de Janeiro exige medidas fortes e corajosas. Só assim as medidas sociais poderão ter alguma eficácia. O crime deve ser punido, ponto final.

2007-08-28 20:16:02