Custom Search
 

Cow Parade em Copacabana, Rio de Janeiro

 

Cow Parade é o maior evento de arte pública do mundo e a primeira edição carioca aconteceu entre 03/10/2007 até o dia 26/11/2007 com muita arte espalhada pela cidade do Rio de Janeiro. Veja aqui os locais onde elas estiveram expostas em Copacanana:

 
 

Obra: Louise Avigdor Hasky http://www.flickr.com/photos/ginasant/

 
 
  • Avenida Atlântica - FutCow
  • Avenida Atlântica, Quiosque Rainbow 8 - Paraíso Tropical
  •  

    Obra: Edgar Moura Brasil http://www.flickr.com/photos/ginasant/

     
     
     
     
     

    Obra: Celso da Silva e Alexandre Cardoso http://www.flickr.com/photos/ginasant/

     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
    • O escritório Ana Couto Branding & Design assina a criação da vaca Cowmprida, encomendada pelo Metrô Rio para a Cow Parade Rio de Janeiro ’07. A vaca ficou exposta na Rua Figueiredo Magalhães, esquina com a Avenida Atlântica, entre os dias 3 de outubro e 26 de novembro, durante a exposição que foi vista em São Paulo, Curitiba, Nova York, Londres, Tóquio e Paris, entre outras.
    • Avenida Atlântica 4240 - Caurioca - Outra integrante da exposição de rua foi criada pela Cia de Design e chama-se Caurioca, patrocinada pela CEG, que também apoiou outras duas vaquinhas, trazendo como tema o Rio de Janeiro. A caurioca foi vestida com a paisagem do Pão de Açúcar. 
     
    A Caurioca expressa brasilidade no nome e a nossa cidade de um ponto de vista alegre, gráfico, sofisticado e diferenciado.
    — Ruth Reis, diretora da Cia de Design
     

    Entre os modelos peculiares que puderam ser vistos nas ruas do Rio de Janeiro estavam a vaca Paraíso Tropical, inspirada na novela das oito, e a Cowpacabana, com desenhos do calçadão da Praia de Copacabana.

    Na Praia de Copacabana foi instalada uma vaca que reprodiu a pose da célebre estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade. Também teve uma crítica à violência da cidade, com a vaca Bala Perdida.

    Após a exposição ao ar livre, as esculturas foram leiloadas, em 11 de dezembro, e os lucros revertidos para um projeto social da Prefeitura do Rio de Janeiro.

    Em 2011 aconteceu a segunda edição da Cow Parade no Rio de Janeiro, no maior evento de rua já feito no Brasil, realizado a partir da seleção de artistas interessados em transformar esculturas de vacas de fibra de vidro em obras de arte que foram expostas pela cidade.

    No total foram 60 trabalhos selecionados por um comitê especial composto pelo secretário municipal de Cultura Emilio Kalil; a arquiteta urbanista e professora Vera Dias, responsável pelos Monumentos e Chafarizes cariocas; a curadora Martha Pagy; a crítica de arte e jornalista Daniela Name; e o marchand Ricardo Kimaid, Ester Krivkin e Catherine Duvignau, sócias da Toptrends, empresa responsável pela Cowparade no Brasil, Rita de Cassia S. Gonçalves, Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal da Cultura do Rio de Janeiro.

    Franklin Pedroso, Gerente de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultural do Rio de Janeiro, foi o responsável pela coordenação do trabalho do comitê, que levou cerca de 4 horas para selecionar os projetos.